Paradigma

Somos vários  vezes invadidos pelos vários meios de comunicação social com a ideia da necessidade de  mudança do paradigma.

Mas o que é isso do paradigma?

Será um modelo? Será um padrão? Ou outra coisa?

Para mim é a maneira como vislumbramos o mundo em termos de perceção, compreensão e interpretação.  A famosa frase “o mapa não é o território” assenta aqui muito bem. O grau de exatidão com que os nossos mapas mentais descrevem o território não o altera. Muitas vezes assumimos que o modo como vemos as coisas é o modo que elas realmente são ou deveriam ser.  Contudo, o que é e o que deveria ser são duas categorias bem diferentes.

A maneira como comtemplamos o mundo tem origem na  forma como pensamos e agimos. É fruto da  perceção que temos dos outros e de nós,  das  atitudes, dos relacionamentos, dos sistemas de valores, da experiência, etc. e achamos que  vemos sempre como é.

Curioso, não é?

Isto remete-me  para Princípios e Valores. Cultivar e praticar conscientemente os princípios e valores, questionar e refletir sobres eles, mudar, e aprender é pura evolução. É transformação.

Princípios são verdades profundas e de aplicação Universal.  São exemplos disso o Princípio da Equidade, Princípio da Dignidade Humana, o Princípio da Integridade e Honestidade. São guias para a conduta humana. Os Valores serão uma espécie de bússola que nos conduzem caminho fora. Poderemos dizer que  os Princípios  são o território e os Valores os mapas.

O fundamental da mudança do Paradigma , para mim, é isto mesmo: que princípios é que eu honro e que valores é que eu pratico!

Vivenciando e seguindo valores mais elevados a transformação acontece. Assim sendo, tomar consciência dos valores, desenvolvê-los, fortalecê-los, é fundamental para a vida em sociedade e para que se dê essa mudança de paradigma de que tanto se ouve.

Esta entrada foi publicada em Coaching com as tags , , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.